domingo, março 13, 2011

Amor desconhecido

Eu diria que não estava esperando, mas não seria totalmente verdade. Eu passei dias apaixonada por você mesmo sem te conhecer. Não sabia que você existia e nem que rosto tinha. Não sabia seu nome e nem se você apareceria. Mas eu te amava, te amava tanto. Você pode não acreditar, nem eu sei se acredito, é louco demais. Você apareceu tão de repende que eu nem me toquei que era você. As coisas aconteceram e passaram. Até que sem mais nem menos, você não saia mais na minha cabeça. O jeito que você me olhou espantado, eu não esqueço. Ninguém nunca me olhou assim. Pode ser piração minha, mais uma. Claro que pode. Mas quer saber? Eu não tô nem aí. Você chegou do nada e me fez um bem enorme. Seu sorriso, seu abraço, seu beijo. Você! É a primeira vez que me apaixono e não grito aos quatro ventos. E não é por falta de vontade, porque toda vez que eu vejo seu sorriso lindo, minha maior vontade é gritar bem alto. Gritar o quanto eu tô feliz, o quanto você é lindo e o quanto eu quero você só pra mim. Mas eu só sorrio e continuo. Porque eu não posso. Não posso gostar de você, não posso sentir isso tudo que eu tô sentindo. É novo demais. É louco demais. Nem você entenderia. Aliás, você muito menos. Isso tudo nem deve passar pela sua cabeça. E tá sendo tão bom, que eu prefiro assim, te amar quietinha, de longe. Te olhar, te estudar, te cuidar. Faz muito tempo que não tenho esse sentimento. Esse gostar sem intenções, sem pressa. Apenas gostar. Gostar por gostar, gostar porque faz bem, gostar porque quero o bem. Só isso. Não é aquele gostar exagerado, controlador, apressado. É quase aquele amor que a gente tem na infância, sabe? Aquele amor puro que só conseguimos sentir quando ainda somos ingênuos o suficiente pra conseguir gostar de longe. Não sou ingênua e já deixei minha pureza pra trás a muito tempo, mas você conseguiu dispertar esse amor em mim, denovo. É como se pra eu estar bem só basta você estar bem. E tá tudo, tudo bem...

4 comentários:

Cá Oliveira disse...

Oii. Vi seu blog na comunidade da Tati :D Gostei desse texto, muito profundo :D
Beijão ;*

Anny Caroline Lopes. disse...

Ká, acho que você não tem noção de como fico feliz quando entro no meu blog e vejo comentários seus nos meus textos.
Agradeço todo o carinho, e quero pedir desculpas por demorar tanto a vir aqui, mas tava meio sem tempo pra internet.
Adorei o seu blog, os textos são muito bons, e virei aqui muitas vezes. Já estou seguindo, beijão querida.

Anny Caroline Lopes. disse...

"E tá sendo tão bom, que eu prefiro assim, te amar quietinha, de longe." Amei*-*

' Tah. disse...

"...porque toda vez que eu vejo seu sorriso lindo, minha maior vontade é gritar bem alto."
Sei bem como é! ;p DSPOAK
Gostei do teu blog e tô seguindo tá?! :D